Chanceler chinês valoriza cooperação do BRICS na próxima década

0
382

O ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, proferiu num discurso em Joanesburgo, na África do Sul, ao participar da reunião de chanceleres dos países do BRICS, que os países membros devem persistir em cooperação, defender o multilateralismo e buscar o desenvolvimento comum.
“Devemos aprofundar a colaboração econômica pragmática para promover o desenvolvimento comum dos cinco países do BRICS”, disse o chanceler chinês. É necessário estabelecer dentro do mecanismo uma parceria no contexto da nova revolução industrial, de forma a acelerar a transformação e a modernização económica.
Os cinco países membros, discursou Wang Yi, precisam fortalecer a coordenação na política macroeconómica e resguardar o sistema comercial multilateral. O objetivo é reforçar a influência das economias emergentes no mandato global.
Os membros do BRICS devem fortalecer a cooperação em segurança política e defender a justiça internacional, de acordo com o chanceler chinês. Isso implica reforçar coordenações no mandato global e combater o terrorismo, assim como manter a paz e a segurança cibernética. Dessa forma, será possível defender os princípios da Carta da ONU e contribuir para a construção de um novo relacionamento internacional, com base no respeito mútuo, igualdade e benefício recíproco.
Segundo Wang Yi, os cinco países também precisam ampliar ainda mais os intercâmbios culturais. Ele disse acreditar que a reunião de Joanesburgo será frutífera, garantindo um bom início para a segunda “década de ouro” do BRICS.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here